My Au Pair Journey

Ga Lynxi in New Jersey

SOPA e PIPA

Pois é, como boa FFLCHenta não me aguentei e tive que vir aqui por os meus “two cents” sobre a questão.

Não sabe do que to falando? SOPA e PIPA são duas siglas de projetos de lei aqui dos EUA que, até onde eu entendi, irão iniciar a 3a Guerra Mundial. E eu pretendo me alistar! Segue o que está rolando no Facebook, bem mastigadinho:

Pois então, o que isso significa?

Significa que, afinal, estavam certos: 2012 é mesmo o fim do mundo. Pelo menos como o conhecemos. Imagine um mundo sem Google, Wikipedia, Yahoo Answers… Que tipo de enciclopédia poderia ter seu conteúdo atualizado segundo a segundo? Imagine um mundo sem fóruns de discussão… Poxa, eu não teria metade dos amigos potterianos e gleeks que tenho sem fóruns! Agora imagina sem Megaupload e Rapidshare, como eu vou mandar as 42974500 milhões de fotos que estou tirando por aqui para vocês por email? Aliás, imagine seus email vigiados! Pois é, não gostou? Eu menos ainda.

Esses projetos de lei visam proteger a integridade itelectual, ou seja, barrar a pirataria. Eu acho que estão certos sim, se você vai lá, faz um filme, uma música, uma série de TV tem que receber por isso. Hipocrisia, você diz, porque eu baixava TUDO no Brasil, certo? Sim, baixava sim. De torrent, megaupload, sites, fóruns. Exatamente um monte de coisa que eles querem bloquear. MAS desde que cheguei nos EUA se baixei 3 filme e uma série (antiga) foi muito. Sabe por que? Bom, primeiro porque dizem que o FBI vem bater na sua porta se você faz downloads ilegais, e imagina meu medo. Segundo, porque não preciso. Ãhn, como assim? Bom, aqui, as séries de TV passam “em tempo real”, não preciso esperar quase um ano para a FOX Brasil liberar a nova temporada de Glee, eu vejo exatamente quando era para ver. E se eu não estiver em casa, os prime time shows vão logo para o free on demand, ou seja, eu posso assistir de graça a hora que quiser, quantas vezes quiser, na minha própria TV, pela minha TV a cabo. OU, se não for um prime time show, adivinha? Eu posso entrar no site da emissora e em questão de 1-3 dias, tá lá bonitoso o episódio para eu assistir… Os filmes saem do cinema e viram DVD em questão de 2, 3 meses. E menos de um mês depois disso, tem um negócio que chama Netflix que você paga uma mixaria por mês e aluga quantos filmes quiser, entregues e retirados na sua casa pelo correio (a Blockbuster tá tentando também, aí no Brasil, né?)… Itunes é bem baratinho para músicas de Glee e Sing-off… Para quê eu ia gastar meu disco rígido, meu tempo e minha conexão de internet com torrent, Brasil?

Aí é que está. O problema da pirataria não está em ser consumida nos EUA, mas no resto do mundo. Claro, tem sempre gente que baixa aqui também, que não tem TV a cabo, o escambau. Mas então porque a lei surgiu aqui? Porque aqui está a fonte de praticamente toda a matéria prima! Daí, nós nos ferramos legal – no mundo todo.

“Tá, Gabriela, e daí, bela explicação, mas o que você sugere?” Eu sugiro voltar no tempo e olhar para o Itunes: diziam que NUNCA as pessoas pagariam por músicas que podem ter de graça na Internet. E o Itunes está firme e forte, vendendo maravilhas. Sim, ainda há pirataria, mas muita gente prefere pagar e dar ao artista a parte justa e baixar no Itunes do que arriscar pegar vírus, ficar sem internet, ter que achar um site de downloads que não exija cadastro, etc… Então porque eu baixava as coisas no Brasil? Olha, se eu pudesse assistir no conforto da minha TV, eu preferiria. Mas… COMO que eu ia esperar um ano para ver o episódio novo de Glee, que está toda a internet comentando, e portanto eu seria implodida por spoilers, nem precisando ver o bendito episódio para saber o que aconteceu? No mundo globalizado da internet, eu acho sinceramente que a única solução é disponibilizar esses conteúdos para venda UP-TO-DATE, asap, para o mundo todo.

Essa semana mesmo me pediram Parenthood, a terceira temporada aí no Brasil. Eu estou acompanhando, assisto cada episódio uma média de 3 vezes (na TV, no on demand e no pc), e daí percebi que nem tinha os downloas da série para mandar. Má ôe? Pois é! Eu simplesmente não preciso. E se essa pessoa no Brasil tivesse acesso ao site do seriado, ela também não precisaria. Ok, espere um ano para dublar (eca) ou legendar, mas na versão original, porque não disponibilizar no dia seguinte pelo site não só para os EUA como para o mundo todo? Ok, cobre uns dólares, mas disponibilize. É melhor do que pagar a conta da pirataria. Ou da liberdade.

Não sou ingênua o suficiente para acreditar que isso eliminaria a pirataria 100%, mas que resolveria GRANDE parte do problema, acredito que resolveria sim… Melhor do que iniciar uma 3a Guerra Mundial (anota aí, to falando que se isso não parar, a merda vai sair do ventilador e vai para a usina nuclear)…

Anyway, hope to see you soon com um post menos sério!

This entry was posted on sexta-feira, janeiro 20th, 2012 at 11:34 and is filed under Sem categoria. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

3 Responses to “SOPA e PIPA”

  1. Nandinha
    11:55 on janeiro 20th, 2012

    Não sei não, Gabi. Acredito que 99,9% das pessoas que baixam na internet, não usufruem do conteúdo que baixam para tirar lucro. Até onde eu sei, pirataria é você tirar lucro de um produto. A maioria baixa para assistir, escutar, ler, etc… E depois apaga. Fãs compram o box quando sai no Brasil porque é simplesmente maravilhoso ter aquele box do seu seriado favorito, olhando pra você da estante. O que a internet faz é disponibilizar o conteúdo sem fins lucrativos. Se realmente os downloads fossem os grandes responsáveis pela pirataria (no sentido lucrativo da coisa), os cantores não venderam tantos milhões de cópias, os livros não sairiam das prateleiras das livrarias, e os compilados de seriados de TV encalhariam nas lojas. E eu não vejo isso acontcer. Eu vejo uma fã k-pop, por exemplo, se matar pra comprar o cd original da banda, mesmo tendo o mesmo cd disponibilizado na net, e fazer uma zona quando qualquer banda dessas passa só 5min aqui no Brasil. O fato de existirem fãs de k-pop, j-pop, e etc, aqui no Brasil é devido a internet. E animes então? Conheceríamos alguma coisa de animes se não fosse a internet? Talvez a parte mais prejudicada dessa história, seja a indústria cinematográfica, mas mesmo ela está encontrando soluções que atraem e muito o público: o Netflix (que já chegou no Brasil). Enfim, eu não acho errado os fansubs, e equipes e legendam os seriados e disponibilizam na rede, são através deles que conhecemos e nos apaixonamos pelo trabalho de uma produçaõd a Warner, Universal, Fox. E por causa dessa paixão, que gastamos uma fortuna em box super caros aqui, fazemos fóruns, comunidades da série, compramos produtos importados, investimos às vezes até na TV cabo só pra poder assistir o episódio, mesmo sem entender patavinas de inglês. O problema da pirataria, eu diria, que não está no conteúdo disponibilizado, mas sim no que alguns usuários fazem com este produto. Porque, se o problema realmente fosse ter o produto grátis, todas essas indústrias já teriam sumido do mapa, falido. Claro que existem questões muito complexas em relação a copingright, que está além do meu conhecimento para dar bom julgamento… Mas, de uma coisa eu tenho certeza: censurar a internet não é o caminho.

  2. Ga
    12:07 on janeiro 20th, 2012

    Amei seu comentário e concordo com você, que fansubs e coisas do gênero são a causa das nossas loucuras d gastar fortunas com coisas que não conheceríamos de outro modo… Mas o que eu escrevi é o que tenho ouvido – e muito – por aqui, que os americanos “nao tem culpa de nada” e bla bla bla, e, realmente, aqui nao há uma cultura de downloads ilegais – copright e tals – como eu via no Brasil. Acho que, independente do motivo e do lugar, essas leis, se aprovadas, vão afetar muito o mundo todo, e por mais que tenham uma boa causa – acabar com a pirataria – estão fazendo td mto mto errado!!

  3. Maira
    21:37 on janeiro 20th, 2012

    Gabi,
    Desculpa, fiquei com preguiça de ler, mas lerei até o fim do ano I swear! heheheheehhe =P
    Saudades!!!
    I want so much you stay here! But, I understand it’s not possible now!!!
    Kisses!

Deixe um comentário