My Au Pair Journey

Ga Lynxi in New Jersey

Balanço 2011

Pois como prometido, vim fazer um balanço do ano que passou… E ainda bem que esperei, pois posso colocar as coisas até o último dia do ano!!!

Vamos do começo então, 2011 foi o ano em que:

– Dei carona todo dia que fui à USP para o irmão da Fada, Victor!;

– Resolvi os últimos detalhes da viagem de au pair e esperei muitoooo;

– Engordei um bocado enquanto esperava;

– Fui à formatura da Fada e me emocionei ao perceber que nós continuamos crescendo (quero um botão de pause!);

– Me aproximei de algumas pessoas especiais (oi Paty!);

– Fiz meu primeiro piquenique (antes de embarcar, na sala lá de casa);

– Deixei minhas amigas fazerem minha mala para mim;

– Ameacei os namorados de umas amigas para cuidarem bem delas (desculpa aí Deisi, Tha, Lu e cia limitada!);

– Viajei para os EUA!

– Vi New York, New Jersey, Boston, Miami, Key West, Baltimore, D.C., Virginia, Pennsylvania;

– Fiz amigas incríveis, que são tantas que não vale dar nome aos bois e esquecer de algumas;

– Sinto que fortaleci laços com amigas que deixei no Brasil, e também com minha família;

– Fui à Broadway 4 vezes (só? T.T);

– Fui ao Central Park;

– Fui ao Smithsonian;

– Vi neve pela primeira vez ao vivo;

– Patinei no gelo!;

– Entendi que Halloween dos filmes americanos não é cenografia, é aquilo mesmo!;

– Aprendi a pedir sempre small para comidas e roupas… SEMPRE! (e mesmo assim ainda é grande, principalmente as comidas);

– Descobri que odeio muito muito me despedir das pessoas que eu amo;

– Não sei se fiquei mais paranoica com organização e planejamento (datas, o que e como fazer – não arrumar meu quarto, relaxem) ou se finalmente me aceitei totalmente freak;

– Assumi com todas as letras e sem medo: ODEIO balada. #Prontofalei. Odeio mesmo. Barzinho, to dentro, mas balada nem me chama (ok, chama para eu não me sentir excluída!);

– Passei meu primeiro Natal e Ano Novo longe da minha família. E digo que, embora o primeiro SUCK e eu nunca mais quero Natal sem bacalhau da minha mãe, o segundo foi muito muito muito divertido!!! (mesmo sem fogos);

– Descobri que brasileiro é muito supersticioso. Eu inclusa. Mesmo rindo da maioria das coisas, ainda comprei calcinha nova para o ano novo (nada de branco, estava FRIO), não dei parabéns a ninguém antes da data, e mesmo que fosse só birra, queria muito ter pulado 7 ondinhas na virada de ano!;

– Descobri que sou mais independente do que imaginava. E mais carente também. E um bocado contraditória;

– Aceitei que sempre vou poder ser palhaça de circo e, quem sabe um dia, fazer meu próprio stand-up, já que não importa a língua, sempre riem de mim (e comigo também);

– Descobri que tenho um lado extremamente materno com as pessoas que amo. Quero vê-las sempre bem, felizes, saudáveis, e me mordo quando não posso estar mais próxima e abraçá-las;

– Tirei um certificado de inglês que queria muito e estudei psicologia!;

– Aprendi a viver com um cachorro;

– Me apaixonei por um certo menino de 7 anos, e quero levá-lo comigo de volta;

– Li 66 livros, só 3 repetidos…;

– Provei comidas novas e estou aprendendo a comer pelo menos um pouco de salada e legumes;

– Descobri que é possível sim emagrecer na terra do fast-food!;

– Pela primeira vez na minha vida, reprovei todas as matérias na USP (culpa deles, que não trancaram minha matrícula!!!!!);

– Fui chamada de maconheira por algo que nem tinha como ter participado;

– Tomei decisões por mim mesma, mesmo quando todos ou a maioria era contra, não liguei. Aprendi a me respeitar;

– Aprendi que família e amizade verdadeira pode ser confuso, estressante, complicado. Mas não tem preço, e são as coisas mais valiosas que você pode ter;

– Aprendi que se você for firme, e seguir nas suas convicções, você não precisa da aprovação de ninguém para ser feliz. Mas que quando você percebe isso, a aprovação vem, e você se sente infinitamente mais leve;

– Aprendi que meu coração é um lugar particular, enorme, aberto, feliz, e ao mesmo tempo pequeno, apertadinho e transbordando de quase lotado. Mas sempre cabe mais um. Ou não!;

– Aprendi a estar perto, mesmo longe;

– Aprendi muitas coisas mais, mas acho que essas foram as mais importantes.

 

Pois bem, esse foi meu resumão de 2011… Que venha 2012 com tudo que promete, muitas tristezas (pois só assim damos valor às alegrias), muitas batalhas (para que possamos ser muito vitoriosos), e, não pode faltar, muito brigadeiro!!!!!!

 

Um brinde de coca-cola (que pode ou não conter álcool) a 2012!

 

Bjks!

This entry was posted on domingo, janeiro 8th, 2012 at 16:25 and is filed under Sem categoria. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

5 Responses to “Balanço 2011”

  1. nilda
    22:50 on janeiro 8th, 2012

    amei esse post!

    bj
    love u

  2. Denis Cesar
    06:35 on janeiro 9th, 2012

    Espero que 2012 seja ótimo para você!
    Cheio de alegrias, paz e muito sucesso!
    Beijos

  3. Deisi
    09:50 on janeiro 9th, 2012

    Foi gostoso ler seu balanço rs queria que o meu tivesse sido tão movimentado e bom quanto o seu! rs mas só de ler e saber que você viveu com intensidade cada um desses, me deixa mais do que satisfeita e feliz!

  4. Fe
    17:46 on janeiro 10th, 2012

    Agora precisa fazer um do que vc quer realizar em 2012… =D
    Gostei que tiveram mtas coisas boas no seu ano de 2011…
    Tá cheio de vodka no copo, né?

  5. Alana
    00:23 on janeiro 13th, 2012

    Muito, muito, muito útil!!!! Piada interna, pessoal…

    Adorei! Altas ideias agora! hehe

    bjo

    Ah, e feliz 2012 mais uma vez!!!!!!!!!!!!!!!!

Deixe um comentário